Um mês após realizar o sonho de se casar, jovem brasileira morre nos EUA vítima de câncer agressivo

Doença já estava em estado avançado quando foi descoberta, mas Ana sempre teve a esperança da cura

Aglys Nadielle -
Descubra o tipo de homem que mais combina com o seu signo
Ana Paula de Oliveira com o marido. (Foto: Arquivo pessoal)

Natural da cidade Hortolândia, em São Paulo, Ana Paula de Oliveira foi para os Estados Unidos em 2017 para realizar um intercâmbio e lá se apaixonou pelo norte-americano Alex. Os dois se casaram no dia 30 de abril deste ano, mas tiveram o romance interrompido por um câncer agressivo, a jovem de 29 anos, faleceu na madrugada desta quinta-feira (02), 33 dias após a celebração.

Em outubro de 2021, Ana Paula descobriu a doença já em estado avançado após sentir fortes dores no estômago. Mesmo assim, a moça acreditava que iria ‘sair dessa’. Alexandro de Oliveira, irmão da jovem revelou ao G1 que um grande sonho da jovem era se casar, por isso ela e seu noivo decidiram acelerar o processo para a comemoração.

Segundo familiares, Ana nunca se entregou a enfermidade e apresentava melhora em muitos momentos. “Minha mãe esteve com ela até 15 de maio, voltou porque a Ana não estava tão mal, mas quando o quadro piorou, foi de vez. Ela foi intubada no sábado e morreu na madrugada de quinta”, relata Alexandro.

Mesmo doente, a moça voltou ao Brasil pela primeira vez desde a partida para os Estados Unidos. Ela veio em dezembro de 2021 para passear e curtir as férias.

“Ela veio, passeou normal, e quando voltou, levou minha mãe. Elas ficaram juntas por cinco meses. Havia muita esperança no tratamento. Tanto que o plano da minha mãe era ficar seis meses por aqui e depois voltar para cuidar dela lá”, afirma o irmão da jovem.

Mesmo com altas expectativas de melhora, logo após a mãe voltar ao Brasil, no último dia 29 precisou ser internada e não resistiu. Alexandro afirma que todos estão arrasados e que todos ainda não decidiram como será a despedida da irmã.

“Talvez façam a cremação, e o Alex traga as cinzas. Eles não querem ver ela morta”, disse o rapaz.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.