Astigmatismo: especialista de Anápolis explica o que é a doença e como ela afeta os olhos

Profissional fez residência médica em São Paulo e atualmente é membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia

Publieditorial -
(Foto: Divulgação)

Os olhos são extremamente importantes e, para que a visão se mantenha sempre em perfeito estado, é necessário fazer um acompanhamento constante com um profissional de saúde.

E dentre as várias enfermidades que podem afetar o órgão está o astigmatismo, que acaba provocando dificuldades para enxergar de perto e de longe.

Para explicar melhor sobre o assunto, entrevistamos a Dra. Mariana Fonseca, que atua na área de oftalmologia na Clínica Popular da Saúde.

A profissional é formada pela Faculdade de Medicina do Planalto Central , com residência médica pelo Ielar, em São José do Rio Preto, e é membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

Veja a entrevista na íntegra

O que é astigmatismo?

Dra. Mariana Fonseca: Em pessoas com a visão boa, a córnea tem um formato esférico. Se ela apresenta deformações, nós tendemos a enxergar borrões nos objetos, ou eles podem ficar duplicados. Esse é o astigmatismo.

Como é a visão de uma pessoa que possui astigmatismo?

Dra. Mariana Fonseca: Quando a córnea não tem uma curvatura ideal, o feixe luminoso proveniente do mundo exterior se espalha e forma um pequeno borrão no fundo do olho, ao invés de incidir em um único ponto. Por isso, portadores de astigmatismo não enxergam as coisas com 100% de nitidez.

Quais são os sintomas mais comuns?

Dra. Mariana Fonseca: Além da visão desfocada, o paciente começa a ter sintomas como dor de cabeça, coceira e cansaço visual, porque sente desconforto.

Qual a causa?

Dra. Mariana Fonseca: As causas do astigmatismo ocular são desconhecidas, estando, normalmente, o erro refrativo presente desde o nascimento. Normalmente, o defeito está na curvatura da córnea cuja forma é mais ovalada do que redonda. A curvatura da córnea é assimétrica, desfocando assim, a visão.

Como é feito o diagnóstico?

Dra. Mariana Fonseca: Para detectar a doença, o oftalmologista faz um teste de visão, no qual o paciente tenta ler letras e números de vários tamanhos projetadas na parede.

Como é feito o tratamento?

Dra. Mariana Fonseca: Entre as opções, temos os tradicionais óculos e lentes de contato. Esses itens basicamente compensam o problema com uma curvatura especial. E, até um determinado grau de defeito na curvatura da córnea, podemos resolver definitivamente o astigmatismo com uma cirurgia a laser.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade