Homem descobre que só tem 4 dias de vida após sentir dor inexplicável no dedão do pé

Ele já estava sofrendo há anos e médicos tiveram que correr contra o tempo para reverter a situação

Isabella Valverde -
Richard Bernstein ao lado da família. (Foto: Reprodução)

Uma estranha e inexplicável dor no dedão do pé fez com que Richard Bernstein vivesse momentos desesperadores ao descobrir que por causa dela, só tinha quatro dias de vida.

Há cerca de cinco anos atrás, o idoso, que possuía 62 anos na época, foi até um podólogo para ver se havia algo de errado com o pé para explicar a dor. Porém, o especialista afirmou que estava tudo normal.

Dois anos depois, como ainda sentia fortes dores, que haviam inclusive se estendido para o tornozelo, decidiu buscar por um médico esportivo. No entanto, novamente nada foi identificado.

Com o tempo, a situação foi ficando cada vez pior, até que em março deste ano, com a perna direita toda inchada, foi até um médico da família e precisou receber socorro imediatamente.

Segundo o New York Post, o diagnóstico foi surpreendente e chocante. Ele foi informado que, por causa da simples dor no dedão, teria apenas quatro dias de vida.

O médico contou que ele estava com um grande tumor canceroso no rim e um trombo tumoral, que teria crescido no interior da veia renal e preenchia a veia cava, principal veia que drena o coração.

Richard teve que ser internado para retirar o tumor, mas descobriu que aquele não era o único problema, já que os novos exames realizados apontaram que ele também estava com duas artérias coronárias 99% bloqueadas e com o fígado apresentando falhas.

Com a nova descoberta, o idoso precisou também passar por uma cirurgia que durou cerca de 12h para colocar um bypass, mais conhecido como ponte de safena.

“Meu conselho é que se algo está errado e você não consegue encontrar, não pare de procurar. Confie em seus sentimentos sobre seu próprio corpo”, afirmou Richard.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.