Saiba onde fazer teste gratuito e receber atendimento contra a Covid-19 em Anápolis

Estratégia foi mudada no município para que moradores tenham fácil acesso aos profissionais de saúde

Lucas Tavares -
Unidade de Saúde da Família Parque Iracema. (Foto: Lucas Tavares)

Com quase 1.900 casos de Covid-19 confirmados até esta terça-feira (21), junho praticamente se iguala as notificações de maio, a nove dias antes do fim, em Anápolis.

Em números absolutos, foram 1.892 pessoas infectadas até aqui, contra 1.922 do mês anterior. Já a proporção no número de mortes saltou de um para dez.

Uma das medidas tomadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) para tentar aliviar a situação foi descentralizar o primeiro atendimento às pessoas com sintomas.

Agora, ao invés da testagem em massa realizada com grandes estruturas, a Semusa aposta na capilaridade do sistema de saúde para atender melhor a população.

Ao todo, são 46 Unidades Básicas de Saúde (UBS) espalhadas pela cidade. Para ser atendido, basta estar com algum sintoma da Covid-19 e se dirigir ao posto mais próximo.

“Esse atendimento de demanda espontânea é para aquele paciente que chega e busca pela testagem. Ele vai ser incluído na rotina da unidade”, explica a diretora de vigilância epidemiológica do município, Mirlene Garcia.

“Essa descentralização é bastante importante para facilitar o acesso para a população que, em alguns momentos, teve mais dificuldades por termos unidades específicas em alguns bairros”, continua.

Apesar disso, as unidades do Parque Iracema e Bairro de Lourdes continuam como referência no atendimento de Covid, desde os primeiros procedimentos até o encaminhamento de casos mais graves.

“O atendimento [no Parque Iracema] não vai ser caracterizado como enfermaria, como um atendimento de observação. [O morador] vai passar primeiro por avaliação e, se necessário for, vai acontecer um fluxo entre unidades, um encaminhamento”.

Por fim, a diretora afirma que pessoas com sintomas devem procurar o serviço de saúde o quanto antes e não esperar o agravamento dos sintomas.

“Levem em consideração o cansaço, a falta de ar, o desconforto. Procure o serviço de saúde para ser avaliado e monitorado”, concluiu.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.