Garotinha goiana sonha em cuidar das pessoas e usa até a mesada para doar aos que mais precisam

Ela também é apaixonada por policiais e conseguiu realizar o grande desejo de andar em uma viatura

Gabriella Pinheiro -
Alessandra Martins, de 07 anos, durante passeio em viatura. (Foto: Arquivo Pessoal)

Apesar da pouca idade, a pequena Alessandra Martins, de 07 anos, já é possuidora de um coração que supera o de muitos adultos.

Moradora do município de Formosa, localizado a 282 quilômetros de Goiânia, a menina há pouco tempo impressionou toda família depois de fazer um pedido ‘fora da caixinha’ em uma carta.

“Meu sonho é andar no carro da polícia e sair dando cestas básicas para as pessoas de rua”, escreveu.

Mas a ação não chegou a impressionar os parentes. Em entrevista ao Portal 6, a mãe de Alessandra, Jessyca Silva, contou que essa não é a primeira iniciativa solidária da garota.

“Ela pega o dinheiro da mesada que recebe do pai dela e usa para participar das doações de final do ano na igreja, doando brinquedos e cestas básicas”, revelou.

Já sobre o interesse em andar de viatura, como descrito na carta, a mãe acredita que a paixão da criança surgiu vendo na rua a atuação das autoridades.

“Quando eu trabalhava, nós passávamos por um lugar que tinha uma viatura cuidando do local e todo dia ela dava tchau para eles. Quando eles retribuíam o cumprimento, ela ficava muito feliz”, diz.

Em dezembro de 2021, Alessandra decidiu transcrever para o papel os sonhos que tinha. Ao ler o pedido feito pela menina, a genitora decidiu tentar realizar os desejos da filha.

“Eu nunca pensei que ela pediria algo assim. Quando eu li, fiquei bastante emocionada e decidimos que iríamos realizar os pedidos dela”, explica.

Os meses se passaram, mas a súplica não foi esquecida. Durante um mutirão da Prefeitura, em Formosa, a carta foi entregue aos policiais que atenderam, nesta quinta-feira (23), o sonho da criança em andar em uma viatura.

“Ela ficou tão feliz que não parava de rir nem por um segundo. Ela não estava contendo o sorriso e ficava toda hora perguntando quando iria andar novamente, quase nem dormiu depois”, disse.

“Foi muito emocionante porque nós quase não temos contato com policiais. Eu como mãe me sinto muito orgulhosa”, acrescentou.

Agora, o próximo passo é realizar a segunda parte do desejo de Alessandra, que é a entrega de cestas básicas em um veículo da polícia.

“Estamos agora vendo com o pessoal da igreja para realizar a entrega das doações e com os policiais para que ela possa andar novamente na viatura no dia”.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.