Funcionários do Aeroporto de Guarulhos são alvo de operação por tráfico

Para manter a discrição e terem êxito nas ações, os grupos dividiam tarefas e responsabilidades, com uma hierarquia atuando fora do aeroporto e que seria responsável por adquirir e armazenar quantidades grandes do entorpecente

Folhapress -
Guarulhos, SP, 06.07.2022 – Funcionários do Aeroporto de Guarulhos são alvo de operação por tráfico. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

(UOL/FOLHAPRESS) – Uma operação da PF (Polícia Federal) em São Paulo para combater o tráfico internacional de drogas deflagrou a participação de funcionários do Aeroporto Internacional de Guarulhos no esquema. Além de Guarulhos e São Paulo, a PF também cumpriu 23 mandados de prisão preventiva e 24 de busca e apreensão em Sorocaba (SP) e Praia Grande (SP). A administração do aeroporto não se pronunciou, alegando que a operação policial ainda está em andamento.

Segundo a PF, um mandado de prisão ainda é cumprido em Portugal por determinação da Justiça. A corporação também determinou a apreensão de propriedades e veículos dos investigados. Os recursos depositados na conta deles chegam a aproximadamente R$ 53 milhões.

A investigação, que se iniciou em 2021, já apreendeu 887,5 kg de cocaína em Guarulhos (SP), Lisboa, em Portugal, Frankfurt, na Alemanha, e três em Amsterdã, na Holanda. A organização criminosa aliciava funcionários e prestadores de serviço do aeroporto para que atuassem colocando droga no interior de aviões comerciais que partiam do local.

Para manter a discrição e terem êxito nas ações, os grupos dividiam tarefas e responsabilidades, com uma hierarquia atuando fora do aeroporto e que seria responsável por adquirir e armazenar quantidades grandes do entorpecente.

Toda a negociação sobre quantidade, destino e especificação de voos para o destino da droga fora do país era de responsabilidade deles.

Os investigados serão indiciados pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, cujas penas variam de 10 a 25 anos de prisão.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade