Mulher que foi morar com noivo divide opiniões ao não querer dividir as contas de casa com ele

Em defesa, ela explicou que não consegue arcar com a missão imposta e que ainda precisa cuidar dos filhos, enquanto o parceiro está fora de casa

Gabriella Licia Gabriella Licia -
(Foto: Ilustrativa/Freepik)

Uma mulher, mãe de dois filhos, decidiu compartilhar um desabafo sobre a relação financeira com o noivo e o caso tem dividido opiniões na internet.

Segundo ela, o parceiro teria solicitado que a moça pagasse as contas de casa com ele, proporcionalmente, já que seria difícil arcar com todas as dívidas.

O problema é que a mulher alegou receber bem menos que o companheiro mensalmente e essa situação poderia ser muito injusto para ela.

“Eu tenho 27 anos e moro com meu noivo, que tem 28, e nossos dois filhos pequenos. Trabalho 05h por dia, todos os dias da semana e ele trabalha o período completo nos mesmos dias. Por conta da diferença de turnos o meu pagamento mensal é equivalente ao pagamento quinzenal dele”, contou.

“Apesar dessa diferença, todos os meses nós dividimos de forma igual as despesas de casa. Isso faz com que eu sempre termine o mês com a conta praticamente negativa, enquanto ele sempre fica com um bom saldo por conta da diferença de salários”, completou.

Diante da realidade, a mulher chegou a cogitar trocar de trabalho para auxiliar o parceiro, porém a criação das crianças demanda muito esforço e isso prejudicaria muito o convívio com os filhos.

“Pensei em outro emprego de meio período ou até mesmo de um emprego noturno, mas no momento isso não seria viável porque nosso filho mais novo ainda não está em idade escolar e com as horas vagas eu consigo economizar em algumas despesas por buscar minha filha na escola e dar conta das tarefas de casa”, justificou.

“Em uma conversa recente eu levantei a questão das contas para meu noivo e disse que não acho justo dividirmos na metade exata por conta dos valores que recebemos, ele foi contra meu pedido e não sei como posso argumentar com ele”, ponderou.

Reação

Os usuários do Reddit, onde ela desabafou o caso, explicaram que eles devem procurar a ajuda de um profissional para tratarem melhor dessa desavença.

“Vocês precisam conversar com alguém que seja especializado no planejamento financeiro para obter ideias de como solucionar essa questão”, sugeriu um.

“Consiga um emprego em tempo integral e divida os custos da creche, senão, comece a cobrar seu marido pelas horas que você cuida dos filhos para economizar com a creche. Ele parece ser uma pessoa egoísta”, comentou outro internauta.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.