Doze pessoas morrem por causa das chuvas no ES

Dez das vítimas estavam em Mimoso do Sul, uma das cidades mais afetadas pelas tempestades, e outras duas em Apiacá

Folhapress Folhapress -
Mimoso do Sul foi uma das cidades mais afetadas pelas fortes chuvas. (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O governo do Espírito Santo confirmou neste domingo (24) doze mortes em decorrência das fortes chuvas que atingem o estado, segundo novo boletim divulgado.

Dez das vítimas estavam em Mimoso do Sul, uma das cidades mais afetadas pelas tempestades, e outras duas em Apiacá. Pelo menos 4.481 pessoas permanecem desalojadas e 273 desabrigadas no estado.

As estradas que dão acesso a Mimoso do Sul ficaram bloqueadas. Aeronaves foram utilizadas neste sábado (23) para resgatar moradores da cidade de pouco mais de 24 mil habitantes.

Depois das tempestades, chuvas perdem força na região sul e sul da serrana do estado. De acordo com o boletim, as regiões de Aracruz e Linhares devem ter pancadas de chuva e áreas com possível acúmulo de água superior a 50 mm. Não há previsão de enchentes ou deslizamentos de terra para o domingo em todo o estado, informou a Defesa Civil.

Para esta segunda-feira (25), a previsão é de chuva entre 10 e 30 mm em trechos das regiões sul e sul da região Serrana. A probabilidade é de 70%.

O governo decretou ontem a situação de emergência em 13 municípios. Bom Jesus do Norte, Mimoso do Sul, Muniz Freire e Guaçuí são algumas das cidades mais afetadas pelas chuvas.

Bom Jesus do Norte na divisa com o Rio acumula 300 mm de chuva. A previsão, segundo o governador, era de 100 mm nas últimas 24 horas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade