Confira como foi a manifestação contra o governo e a presidente Dilma em Goiânia

O Portal6 esteve acompanhando em tempo real a manifestação contra o governo e contra a presidente Dilma Roussef em Goiânia, na tarde deste domingo (12). Segundo a Polícia Militar, cerca de 2,5 mil pessoas sairam as ruas para protestar hoje. Organizadores falam em cerca de 40 a 50 mil manifestantes. Confira fotos e veja a movimentação dos manifestantes pelas ruas da capital goiana. _ _ _ _ _ - Fotos da concentração na Praça Tamandaré no início da tarde Foto: Movimento Brasil Livre Concentração em frente ao prédio da Polícia Federal Pequeno grupo protesta pedindo a intervenção militar em Goiânia. Mais fotos da Manifestação em Goiânia. Aglomeração na Praça Tamandaré, em Goiânia. Mais fotos da manifestação que reuniu cerca de 2 mil pessoas em Goiânia, segundo a polícia militar. Manifestantes continuam caminhada em protesto contra o governo. Aglomeração de bom número de pessoas no viaduto da...

Leia mais

Cerca de 2 mil pessoas participam dos protestos em Copacabana

A orla de Copacabana, na zona sul do Rio, está tomada de manifestantes de diferentes movimentos e com diferentes bandeiras neste domingo (12). Cerca de 2 mil pessoas marcham neste momento por uma das pistas da Avenida Atlântica. Embora os três carros de som peçam impeachment da presidenta Dilma Rousseff e saída do PT do poder, muitos grupos aproveitam o evento para fazer outras reivindicações. O advogado Eduardo Lima que é contra o impeachment e segurava um cartaz pedindo reforma política. "A única solução é uma nova Constituição que inclui como crime hediondo a corrupção. Tirar a Dilma não adianta, não vai evitar outros casos de corrupção", disse ele, que em seguida criticou o grupo ao lado que defendia a intervenção militar. "Como podem defender a ditadura, deveriam ir para um spa ou se tratar". O pastor Sidclei Barbalho, 42 anos, defende a intervenção, que segundo ele, não tem nada...

Leia mais

Aprovação da Presidente Dilma continua em 13%, diz Datafolha

A aprovação da presidente Dilma Rousseff (PT), medida pelo número das pessoas que consideram o governo “ótimo” ou “bom”, permaneceu em 13%, segundo pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (11). A taxa é a mesma da pesquisa realizada em março. O levantamento foi realizado pelo Datafolha com 2.834 pessoas de 171 municípios do país entre nos dias 9 e 10 de abril, e divulgado hoje por meio do site do jornal “Folha de S.Paulo”. A margem de erro é de dois pontos percentuais. O resultado da pesquisa de avaliação do governo de Dilma feita neste mês é: – Ótimo/bom: 13% – Regular: 27% – Ruim/péssimo: 60% – Não sabe: 1% A pesquisa anterior registrou 13% (ótimo/bom), 24% (regular), 62% (ruim/péssimo) e 1% (não sabe). De acordo com o Datafolha, a atual taxa de aprovação de Dilma (13%) só é comparável com os piores momentos dos ex-presidentes Itamar Franco (12% em novembro...

Leia mais

Brasília: Manifestantes ocupam Esplanada dos Ministérios em protesto contra o governo

A manifestação contra a corrupção e a favor da democracia e do impeachment da presidenta Dilma Rousseff reúne no centro de Brasília mais de 3 mil pessoas, segundo números da Polícia Militar do Distrito Federal. A concentração inicial dos manifestantes ocorre na Esplanada dos Ministérios, em frente à Biblioteca Nacional de Brasília. Na maioria, os manifestantes usam camisas nas cores verde e amarelo e muitos exibem bandeiras do Brasil. "Tive o desprazer de ser criança e adolescente em meio à ditadura e ver a democracia avacalhada é triste. O que está acontecendo agora com o país não é bom", disse à Agência Brasil a servidora pública Maria do Amparo. O ato organizado pelas redes sociais transcorre em clima pacífico, com muito pais acompanhados dos filhos. A Polícia Militar montou uma série de bloqueios em meio à Esplanada dos Ministério para fazer a revistas nas pessoas que chegam ao local com...

Leia mais

Ministério da Justiça define compromissos para garantir extradição de Pizzolato

O Ministério da Justiça informou hoje (11) que finalizou o documento que será enviado ao governo da Itália para pedir a extradição do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado a 12 anos e sete meses de prisão na Ação Penal 470, o processo do mensalão. O conteúdo da carta não foi divulgado, mas o governo brasileiro deverá firmar compromissos com as autoridades italianas para garantir a integridade física do condenado durante o cumprimento da pena. As alegações foram definidas após reunião entre o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o embaixador Carlos Alberto Simas Magalhães, subsecretario das comunidades brasileiras no exterior. Em fevereiro, a Corte de Cassação de Roma autorizou a extradição de Pizzolato, no entanto, a decisão final será do governo da Itália. O ex-diretor tem cidadania italiana e fugiu após a condenação. Ele foi preso na cidade...

Leia mais

Câmara volta a debater PL das Terceirizações na próxima teça-feira (14)

Aprovado pela Câmara dos Deputados na noite da última quarta-feira (8), o texto-base do projeto de lei que regulamenta a terceirização ainda percorrerá um longo percurso antes de entrar em vigor sob a forma de lei. Podendo, inclusive, ser vetado total ou em parte pela presidenta Dilme Rousseff. Devido a um acordo feito pouco antes da votação, os destaques apresentados ao texto do relator do projeto, deputado Arthur Oliveira Maia (SD-BA), só serão apreciados e votados a partir da próxima terça-feira (14). O que, na prática, significa que ele pode sofrer alterações na própria Câmara. Além disso, o projeto ainda passará pelo Senado e, se sofrer mudanças, voltará à Câmara antes de chegar à Presidência da República, que pode sancionar ou vetar o projeto total ou parte dele. Na quinta-feira (9), a presidente Dilma admitiu que o governo acompanha “com muito interesse” a tramitação do projeto. Para a presidenta, as...

Leia mais

Em nova fase, Lava Jato investiga fraudes na Saúde e Caixa Econômica

A 11ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada na manhã de hoje (10) pela Polícia Federal, investiga a existência de um esquema criminoso de fraude em contratos de publicidade do Ministério da Saúde e da Caixa Econômica Federal. Segundo a PF, as novas investigações revelam que o deputado cassado André Vargas (sem partido-PR) é suspeito de receber propina da agência de publicidade Borghierh Lowe Propaganda e Marketing Ltda., responsável pelas contas publicitárias do banco estatal e do Ministério da Saúde. André Vargas foi um dos sete presos hoje pela PF. Além disso, a Justiça Federal no Paraná decretou o sequestro de uma casa do ex-deputado em Londrina (PR). Além do ex-petista, foram presos preventivamente os ex-deputados federais Luiz Argôlo (SD-BA) e Pedro Corrêa (PP-PE) – condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Foram levados ainda para a Superintendência da PF, em Curitiba, Leon Vargas, irmão de André Vargas,...

Leia mais

Governo oficializa transferência da articulação política para Temer

A transferência de atribuições da Secretaria de Relações Institucionais para o vice-presidente da República, Michel Temer, foi oficializada hoje (10) no Diário Oficial da União. Na última quarta-feira (7), a presidenta Dilma Rousseff anunciou a saída do ex-ministro da secretaria, Pepe Vargas, e a extinção da pasta, que tinha status de ministério. Temer agora acumula as atribuições de vice-presidente e de articulador político do governo. De acordo com o despacho de Dilma publicado nesta sexta-feira, a mudança considerou “que o Brasil passa por desafios importantes na economia que requerem maior interação e harmonia de objetivos dos Poderes Executivo e Legislativo” e a experiência de Temer como articulador político, inclusive durante sua atuação como presidente da Câmara dos Deputados. Entre as tarefas de Temer estão a “condução do relacionamento do governo com o Congresso Nacional e os partidos políticos e de interlocução com os estados, o Distrito Federal e os municípios”,...

Leia mais

Nova fase da Lava Jato investiga fraudes em contratos da Saúde e da Caixa

A 11ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada na manhã de hoje (10) pela Polícia Federal, investiga a existência de um esquema criminoso de fraude em contratos de publicidade do Ministério da Saúde e da Caixa Econômica Federal. Segundo a PF, as novas investigações revelam que o deputado cassado André Vargas (sem partido-PR) é suspeito de receber propina da agência de publicidade Borghierh Lowe Propaganda e Marketing Ltda., responsável pelas contas publicitárias do banco estatal e do Ministério da Saúde. André Vargas foi um dos sete presos hoje pela PF. Além disso, a Justiça Federal no Paraná decretou o sequestro de uma casa do ex-deputado em Londrina (PR). Além do ex-petista, foram presos preventivamente os também os ex-deputados federais Luiz Argôlo (SD-BA) e Pedro Corrêa (PP-PE) – condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Foram levados ainda para a Superintendência da PF, em Curitiba, Leon Vargas, irmão de...

Leia mais

Lewandowski e Cardozo assinam acordo para estimular uso de penas alternativas

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Ricardo Lewandowski, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, assinaram hoje (9) acordos de cooperação para estimular o uso de tornozeleiras eletrônicas e alternativas penais à prisão. A principal medida é a ampliação do projeto Audiência de Custódia, que deve ser implantado em todo o Brasil. Segundo Lewandowski, o objetivo do programa é antecipar o contato entre o preso e o juiz, que hoje pode demorar até 60 dias, além de evitar prisões desnecessárias que, em muitos casos, acabam lotando as cadeias públicas. A medida começou a ser implantada em São Paulo. Pelo projeto, o juiz decide 24 horas após a prisão em flagrante se mantém a pessoa na cadeia, se define uma fiança ou determina alguma medida alternativa, como o uso de tornozeleira eletrônica. Essa decisão será tomada em uma audiência com...

Leia mais
Página 213 de 216 1 212 213 214 216
BANNER 300x300

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist