Portal 6

Homem confessa ter matado jovem de 15 anos por ‘ter raiva de gays

Um caso chocante revoltou quem costuma frequentar a praia de Balneário Arroio do Silva, extremo sul de Santa Catarina. Um adolescente de apenas 15 anos, foi encontrado morto após uma festa na cidade  que tem apenas 11 mil habitantes.

Segundo as investigações, um homem branco de 30 anos golpeou Erick Kanaan da Silva com chutes e socos, até que ele deixasse de respirar, e depois voltou para festa.

O corpo do jovem foi encontrado no dia 12 de junho, mas apenas no último final de semana, em depoimento à Polícia Civil, o assassino confessou sua motivação.

O agressor usou as seguintes palavras: “Eu tenho raiva de gays”. O agressor ainda afirmou em depoimento que foi atrás do adolescente porque “suspeitava que ele era homossexual”. Então o insultou, o derrubou e começou a chutá-lo. Erick morreu no local devido a um traumatismo craniano e hemorragia interna.

Erick foi encontrado por um dos convidados da festa que chamou a polícia. O garoto vivia com a mãe e a avó e não frequentava baladas. Mas, como disse que iria a um aniversário, não teve questionamentos.

O delegado não revelou o nome do criminoso, por medo de fuga ou linchamento, que ainda não tem advogado. O pedido de prisão preventiva já foi encaminhado ao Judiciário, mas por enquanto o suspeito aguarda em liberdade.

Quer comentar?

Comentários