Portal 6

Pelo menos três pessoas morrem por semana na BR-153, entre Anápolis e Aliança

(Foto: Reprodução)

Entre os anos de 2015 e 2016, o número de vítimas fatais chegou a 565, o que equivale a pelo menos um óbito a cada dois dias

Levantamento recente divulgado pela Polícia Rodoviária Federal mostra que pelo menos três pessoas morrem a cada sete dias na BR-153, entre Anápolis e Aliança do Norte (TO), em decorrência de acidentes.

Os dados foram colhidos nas últimas cinco semanas, período com registro de ao menos 16 mortes. Uma das tragédias aconteceu no último final de semana com o engavetamento de nove veículos em que quatro pessoas foram carbonizadas.

Ao O Popular, o presidente do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Goiânia (Sinditac) Vantuir Rodrigues disse que o tramo norte da BR-153 é o pior trecho rodoviário de Goiás.

“Chamam de corredor da morte e toda semana perdemos um companheiro por lá. A pior parte é entre Uruaçu e Porangatu, mas tudo é ruim”, explicou.

Entre os anos de 2015 e 2016, o número de vítimas fatais chegou a 565, o que equivale a pelo menos um óbito a cada dois dias.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.