PublicidadePublicidade

Roberto anuncia suspensão de contratos e cortes em despesas com servidores

Quem fizer gasto sem autorização expressa do prefeito, ou da Secretaria da Fazenda, terá de pagar do próprio bolso

Da Redação -

Publicado na manhã desta segunda-feira (02), o primeiro decreto da gestão Roberto Naves a frente da Prefeitura de Anápolis além de constar a nomeação de 16 secretários anuncia também a “redução drástica nas despesas em todas as Secretarias Municipais, mantendo-se exclusivamente as de caráter continuado e obrigatório”.

Diz em seguida a publicação que “todas as despesas, nos primeiros 180 (cento e oitenta) dias desta gestão, inclusive as de caráter emergencial, estará vinculada à autorização expressa do Prefeito Municipal e da Secretaria Municipal da Fazenda. Qualquer despesa realizada, por parte dos Secretários ou qualquer servidor, sem autorização, importará na sua responsabilização, correspondente ao seu pagamento”.

Fazem parte do corte radical as despesas correntes, como contratos de prestação de serviços e convênios, que serão ‘suspensos e/ou revisados’. Entram no pente fino também as horas extras e pagamento de diárias a servidores.

Para ler o decreto na íntegra, clique aqui.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade