Vereadora de Anápolis quer aprovar lei para que bancos não barrem carrinhos de bebê

Iniciativa serve como resposta para o caso de uma mãe que não pôde entrar no Banco do Brasil só porque estava com o filho recém nascido em um carrinho

Carlos Henrique -

A prática de bancos de Anápolis que barram a entrada de mulheres com carrinho de bebês pode acabar pela força de uma regulamentação municipal.

É que uma vereadora da cidade decidiu protocolar na Câmara um Projeto de Lei estabelecendo normas e critérios para que as agências garantam o pleno ingresso de mães com crianças, de deficientes e doentes com marcapasso.

Na página que mantém no Facebook, Geli Sanches (PT) disse que a iniciativa serve como resposta para o caso da cliente do Banco do Brasil que não pôde entrar na área de pagamentos somente porque estava com o filho recém nascido em um carrinho.

Indignada, a mãe gravou um vídeo na porta da agência denunciando o caso. Relembre.

O Projeto de Lei de Geli deverá tramitar em comissões da Câmara até chegar ao plenário para ser apreciado por todos os vereadores.

https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=776046422557414&id=151142035047859

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.