Anápolis pode abrigar mais uma indústria de armamento bélico

Da Suíca, a Ruag Ammotec está presente em cinco continentes e terá de usar insumos e mão de obra local

Carlos Henrique -

Autorizada pelo Governo Federal a atuar no Brasil, a Ruag Indústria e Comercio de Munições Ltda, a exemplo da Caracal International, pode se instalar em Anápolis. Ambas produzem armamentos bélicos e assessórios usados nas áreas de defesa e segurança pública.

Suíca, a Ruag Ammotec está presente em cinco continentes e aqui ela terá de desenvolver e capacitar fornecedores nacionais que atendam à qualidade exigida pela marca, como maquinário, energia e mão de obra empregada.

Para importar qualquer coisa, a multinacional precisará de autorização direta da  Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados do Comando Logístico do Exército.

Em tempo

Há mais de um ano, a Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA) nutre a intenção de transformar a cidade numa espécie de polo da indústria bélica, a exemplo de São José dos Campos, ainda que mais modesto.

A ideia tem o apoio da Gestão Roberto Naves (PTB) e o interesse do Governo de Goiás, que recentemente libou mais áreas dentro do Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA) para abrigar mais empresas no local.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.