Motoristas da Uber em Anápolis fazem carreata contra restrição do aplicativo

Projeto de Lei que burocratiza o serviço será votado no Senado na próxima terça-feira (31)

Da Redação -

Dezenas de motoristas da Uber em Anápolis fizeram manifestação no final da tarde desta sexta-feira (27) contra a votação no Senado que quer estabelecer uma série de exigências para os aplicativos de transporte individual no Brasil.

Por meio de carreata, eles andaram vários quilômetros da Avenida Brasil para ‘alertar a população sobre a possibilidade de extinção do serviço que o Projeto de Lei Complementar 28/2017 acabará trazendo, caso aprovado’.

Na próxima terça-feria (31), o texto será votado pelos senadores. Além da Uber, aplicativos como o Cabify e 99 também aderiram ao movimento que pretende pressionar os parlamentares a rejeitarem o texto.

PublicidadePublicidade

“Além de exigir que os veículos tenham placas vermelhas, o projeto autoriza os municípios a proibir os aplicativos e exige que os motoristas consigam uma autorização específica, que sejam donos do veículo -familiares não podem dirigir- e proíbe que dirijam em cidades vizinhas”, diz a nota da Uber se manifestando contra o projeto.

“Isso aqui é apenas um aquecimento. No dia 30 (segunda-feira) todos os motoristas da Uber na cidade vão o parar. Não vai rodar nenhum carro [em protesto contra a lei que querem aprovar no Senado].

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.