Estoques do Ceasa de Anápolis estão perto do fim

Além do desabastecimento, SEMDEAT teme crise irreversível na cidade

Rafaella Soares -

O desabastecimento nos postos de Anápolis deixou de ser a única preocupação em relação a greve dos caminhoneiros. É que agora, o setor econômico da cidade também começou a sentir os efeitos da paralisação.

De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico Agricultura e Turismo (SEMDEAT), a movimentação já está causando desabastecimento no Ceasa e perdas de produção.

Titular da pasta, Adriano Baldy disse haver ainda o temor de que Anápolis possa sofrer danos econômicos irreparáveis caso os trabalhadores continuem parados.

PublicidadePublicidade

“O aumento incessante do preço do combustível é sem dúvida um grande problema para a produção agrícola, porém a manutenção de uma greve com essa proporção pode causa danos ainda maiores e irreversíveis para nossa economia que ainda se encontra fragilizada”, afirmou em nota.

A expectativa da Secretaria é que aja, o quanto antes, um entendimento entre os trabalhadores e o governo para que a situação volte a normalidade.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.