Jovem confessa ter ajudado matar idoso com facão em Anápolis

Menor que estava com ele durante o crime também já responde pelo crime no CASE

Da Redação -

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) prendeu na sexta-feira (15) um jovem de 21 anos, suspeito de cometer um latrocínio em 2016, contra Divino Carlos Muniz, de 63 anos, em um setor de chácaras de Anápolis.

Segundo o radialista Márcio Gomes, que na época esteve presente no local do crime, o idoso foi morto com um tipo de facão e teve o tórax todo perfurado.

“O facão pegou de um lado e saiu de outro. Essa vítima foi muito machucada nesta ação criminosa.  Mataram com requinte de crueldade”, relatou.

Ainda segundo o radialista, Phelipe Castro e o menor J.N.V, que não teve idade revelada, foram até o local para cometer um roubo. A casa estava toda revirada, mas o dinheiro que eles queriam não foi levado.

Posteriormente, o menor foi apreendido e já cumpre pena no CASE da cidade por crime análogo a homicídio.

Pressionado, o adolescente acabou revelando quem estava com ele no dia do crime e os agentes chegaram então até Phelipe, que estava em uma clínica da cidade se recuperando da dependência de drogas.

Ele confessou a participação no crime e foi encaminhado para a cadeia pública de Anápolis, onde está à disposição da Justiça.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.