Portal 6

Funcionária da Maternidade Dr. Adalberto é denunciada por falsidade ideológica

(Foto: Jornal do Estado)

Situação estaria causando prejuízo às finanças do hospital, que passa por dificuldades financeiras e funciona basicamente dos repasses de verba feitas pelo poder público municipal de federal

Presidente da Maternidade Dr. Adalberto da Silva, localizada no Centro de Anápolis, Antônio Fernandes Júnior teve de denunciar à Polícia Civil um crime que estava acontecendo na instituição.

Conforme o depoimento dele no 1º DP, Marcela de Lima Tavares, que exerce a função de assessora de administração no departamento de Recursos Humanos do hospital e é responsável por informar o pagamento dos dos colaboradores da unidade à Caixa Econômica Federal, estava depositando mais salário para ela mesma e pagando vale transporte para uma funcionária fantasma.

A assessoria, que tem vencimentos de R$ R$ 2.040, estava fazendo retiradas de até R$ 3.400 todo mês, causando prejuízo às finanças da maternidade, que há muito tempo passa por dificuldades financeiras e funciona basicamente por conta dos repasses de verba feitas pelo poder público municipal de federal.

O caso foi registrado como falsidade ideológica (fraude criminosa que consiste na adulteração de documento, público ou particular, para obter vantagem  para si ou terceiros) e também deverá ser remetido ao Ministério Público.

A reportagem do Portal 6 não conseguiu localizar Marcela para comentar a denúncia.

Comprovada a acusação, e se condenada, a mulher pode pegar de um a três anos de reclusão mais multa.

Com informações do radialista Marcelo Santos

Quer comentar?

Comentários

Nosso Twitter