Portal 6

Como colombiano ameaçava entregar goianos para serem mortos por guerrilha

(Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Vítimas foram detectadas a partir fichas de registros que ele usava para organizar o esquema criminoso

A Polícia Civil, por meio do 23º DP de Goiânia, deve apresentar na tarde desta quinta-feira (20) os detalhes da prisão do agiota Andréas Osório Agudelo, de nacionalidade colombiana, preso há dois dias em frente ao Banana Shopping, na região Central da capital.

Ele cobrava R$ 600 por dia de uma vítima, que havia contraído um empréstimo de R$ 1,4 mil feito com ele. Várias outras caíram no mesmo golpe e ficaram reféns do rapaz.

Delegada que preside as investigações, Érica Botrel adiantou à imprensa que Andréas ameaçava entregar as vítimas a um grupo de guerrilheiros colombianos com experiência na prática de assassinatos.

Andréas Osório Agudelo foi preso pelo 23ª DP. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

No ato da realização do empréstimo, o criminoso pedia cópias dos documentos pessoais e de comprovante de endereço. Posteriormente, ele usava essas informações para intimidar quem devesse para ele.

Segundo a Polícia Civil, as outras vítimas do agiota foram detectadas a partir fichas de registros que ele usava para organizar o esquema criminoso.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.