Portal 6

Jornalista anapolina morre em hospital no Mato Grosso

(Foto: Reprodução / Instagram)

Com 28 anos, ela estava internada desde o último dia 09 de dezembro

Morreu na madrugada de segunda-feira (31) a jornalista anapolina Rayssa Adorno Lande, de 28 anos, que estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em um hospital de Barra do Garças, no Mato Grosso.

No último dia 09 de dezembro, a jovem sofreu embolia pulmonar gravíssima associada a uma parada cardíaca. Na ocasião, ela estava em um pronto socorro e teve de ser reanimada.

“O caso dela foi grave, pois a embolia pulmonar veio de forma maciça. Ela precisou tomar um medicamento urgente para não ir a óbito”, contou a mãe Silvia Adorno, em entrevista ao G1.

Pelas redes sociais, amigos de Rayssa esclareceram que tudo começou depois que ela sofreu uma torção no pé e chegou a ficar em repouso. Porém, o quadro se agravou, ocasionando uma trombose.

“Deus, eu queria tanto que a sua vontade fosse igual a minha. O Senhor me deu um dos presentes mais lindos e agora me tirou. Não consigo entender”, desabafou a mãe.

Rayssa ficou na UTI por um total de 21 dias e a família fez até uma vaquinha online para arrecadar R$ 6 mil para o tratamento da jornalista.

Isso porque ela precisou tomar um medicamento que não era fornecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Ao todo, a campanha alcançou o valor de R$ 6,8 mil.

O corpo de Rayssa foi velado e sepultado às 17h da própria segunda-feira (31).

Quer comentar?

Comentários

Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.