Portal 6

Em vídeo, alagoano explica à CPE porque decapitou jovem em Anápolis

(Foto: Captura)

Frio, e sem demonstrar arrependimento, homem não tinha antecedentes criminais

Preso pela Companhia de Policiamento Especializado (CPE), Edson Benedito da Silva, de 34 anos, confessou ser o autor de homicídio de número 17 em Anápolis.

“O cara queria e estava dando liberdade para minha mulher”, justificou o homem em entrevista aos policiais militares.

Durante a tarde deste sábado (09), Flávio da Silva Petrino, de 24 anos, foi esfaqueado e decapitado no Industrial Munir Calixto, bairro no extremo Sul da cidade.

Natural de Alagoas, Edson Benedito não demonstra arrependimento e ainda detalha como cometeu o crime.

“O [Flávio] estava dando liberdade. Eu vi, esperei ela [esposa] sair e quando ela saiu eu fiz”, narrou Edson Benedito.

“Quando ela chegou na porta e viu a sangueira já chegou voltando”, emendou ressaltando que não tem antecedentes criminais.

Assista:

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.