Portal 6

“Compreendo as críticas”, desabafa Roberto sobre morte de Thalyta Santos

(Foto: Santiago Plata)

Prefeito se manifestou pelas redes sociais e pediu a Deus que conforte os corações da família e amigos da jovem professora

O prefeito Roberto Naves (PTB) falou pela primeira vez nesta terça-feira (16) sobre a morte da jovem professora Thalyta Santos, de 20 anos, ocorrida no final da noite de segunda-feira (15) no Jundiaí, bairro da região Central de Anápolis.

“Compreendo as críticas e, independente das causas que ainda estão sendo apuradas, não vou me furtar de falar sobre buracos nas ruas”, desabafou pelas redes sociais o petebista, ressaltando que estava em viagem e ainda se atualiza sobre o caso.

Roberto pontuou que as equipes da Secretaria Municipal de Obras estão nas ruas para atender as demandas da cidade e manter as vias em boas condições, mas que em tempos de chuva “é praticamente impossível que os buracos não apareçam do dia para a noite”.

“Situações como estas devem ser tratadas com responsabilidade e, acima de tudo, humanidade. Deus conforte os corações da família e amigos da professora Thalyta”, encerrou a mensagem oficial do prefeito, que vem acompanhada de uma imagem de luto.

View this post on Instagram

Boa noite a todos! Acabei de chegar de viagem, e estou me atualizando totalmente deste terrível acidente que aconteceu ontem, tirando a vida da jovem professora Thalyta. Em primeiro lugar, quero me solidarizar com a família, pedindo muito a Deus que conforte a todos. É uma situação extremamente lamentável, que ninguém deveria passar. Quero dizer também que compreendo as críticas, e independente das causas que ainda estão sendo apuradas, não vou me furtar de falar sobre buracos nas ruas. O fato é que estamos trabalhando muito para atender todas as demandas da cidade. O problema é que em tempos de chuvas intensas como estamos, é praticamente impossível que os buracos não apareçam do dia para a noite. Mas as nossas equipes de obras trabalham muito, dando o seu melhor para manter as vias nas melhores condições possíveis! Situações como estas devem ser tratadas com responsabilidade, e acima de tudo humanidade. Deus conforte o coração da família e amigos da professora Thalyta! Prefeito Roberto Naves

A post shared by Roberto Naves (@robertonavesoficial) on

Em tempo

A Delegacia Especializada em Investigações de Crimes de Trânsito (DICT) já trabalha para esclarecer a morte de  Thalyta Santos. O inquérito, instaurado pelo delegado Manoel Vanderic, buscará apontar as causas e, consequentemente, a responsabilidade pelo acidente.

O que a Polícia Civil precisará para indiciar os responsáveis pela morte de Thalyta Santos

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.