Portal 6

Os detalhes da confusão no HUANA que mobilizou a Polícia Militar

(Foto: Divulgação / Polícia Militar)

Paciente estava fora de si e ainda tentou humilhar um dos seguranças por ser negro

A Polícia Militar teve de se deslocar até o Hospital de Urgências de Anápolis (HUANA), neste domingo (21) de Páscoa, para acabar com uma confusão.

É que um homem, identificado como João Paulo de Sousa, chegou na unidade cheio de machucados após ter se envolvido em uma briga de bar, na Avenida Universitária.

Embriagado, ele gritava, xingava e até tentou agredir os funcionários do hospital, sob a alegação que estava demorando muito para receber atendimento médico.

Os seguranças tentaram contê-lo, mas, ao ver que um deles era negro, João Paulo começou a dizer que se tratava de “um preto que não valia nada” e devia ter cuidado, pois muitas pessoas importantes o conheciam e, por isso, a família do funcionário seria destruída.

Quando os policiais chegaram, a situação não melhorou. O homem ainda estava enraivecido e usou vários palavrões para se referir aos agentes.

Ele foi algemado e levado à Central de Flagrantes, onde teve lavrado um auto de prisão pelos crimes de injúria, desacato e ameaça.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.