PublicidadePublicidade

Por que motoristas estão ainda mais revoltados com a Uber e 99 em Anápolis

Há quem defenda a estratégia das empresas, comemore e até faça piada ao comentar a situação

Danilo Boaventura -

A queda de braço entre as duas maiores empresas de aplicativo de mobilidade do Brasil está agradando os usuários em Anápolis, mas os motoristas parceiros da Uber e 99 na cidade não estão gostando nada disso.

Após o Portal 6 mostrar que ambas estão praticando preços menores em corrida de curta distância, a reação deles nas redes sociais e em diálogos com a reportagem foi de mais revolta.

“Já tinha notado essa redução da tarifa, mas ter a comprovação foi a gota d’água para muitos. Isso está ferrando com a gente porque o preço da gasolina e etanol só aumenta e elas [as empresas de aplicativo] não diminui a porcentagem que pegam do valor da viagem. As vezes chega a 40% do preço da corrida”, comentou um motorista parceiro sob reiterado pedido de anonimato, pois teme ser desligado de ambas plataformas.

PublicidadePublicidade

“Os passageiros vão achar bom mesmo esses centavos a menos, mas para nós que estamos desempregados e estamos rodando mais de oito horas por dia a conta não fecha mais. Nessa onda aí a Uber e 99 vão inviabilizar a permanência de muitos motoristas”, reclamou outro.

Nas redes sociais, e dentro do espaço de comentários da publicação no Portal 6, a discussão também foi intensa.

Houve, no entanto, motoristas que não acham tão ruim e rebatem o argumento dos que reclamam.

Usuários e internautas também entraram na polêmica para defender as empresas de aplicativo.

E também condenar a prática da redução de preços sem compensação ao motoristas.

Os motoristas também têm parte nessa guerra, opinou outro leitor.

Se a guerra entre as empresas para disputar a preferência dos usuários está longe de terminar, as piadas com a situação também estão.

Possibilidade

Há saída, no entanto, para que motoristas e usuários fiquem satisfeitos e menos reféns das empresas.

É o que sugere Wallace Portilho, coordenador do curso de Administração e Ciência Contábeis da Faculdade Anhanguera Anápolis.

Segundo ele, um bom meio termo seria o motorista apostar numa estratégia personalizada, aproveitando a qualidade e experiência que os aplicativos tanto buscam junto aos usuários.

“Acho que o foco deveria ser nesse momento investir em contratos pré-fixados com clientes que já conhecem a qualidade do carro, pontualidade e atendimento do motorista. Assim, a garantia de alguns contratos pagaria os custos fixos suprindo a dificuldade que sentem nas corridas com custos mínimos mais baratos dos aplicativos”.

Entenda

Operando há menos de um ano em Anápolis, a 99 acirrou a competição no transporte por aplicativo na cidade com preço da corrida mais em conta que a Uber.

Em setembro de 2018, mês em que a 99 estreou por aqui, uma viagem de curta distância custava R$ 6,75 pela Uber.

A então concorrente brasileira cobrava R$ 5,80 e assim foi ganhando terreno no mercado local.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade