PublicidadePublicidade

DGAP conta como filho de ex-prefeito está sendo tratado na cadeia de Anápolis

"Que eu sirva de exemplo para essas mulheres que passam ou passaram por isso e estão desacreditadas com a Justiça", se pronunciou Luciana Sinzimbra

Denilson Boaventura -

Preso preventivamente após decisão do 4º Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Goiânia, o piloto Victor Junqueira, de 24 anos, foi encaminhado ao Centro de Inserção Social Monsenhor Luis Ilc, a cadeia pública de Anápolis.

“Ele está submetido ao mesmo tratamento e às mesmas rotinas diárias aos quais estão toda a população carcerária local, indiscriminadamente”, informou nota da 1ª Regional Prisional Metropolitana da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) enviada à redação do Portal 6.

Filho do ex-prefeito de Anápolis Eurípedes Junqueira, o piloto teria desobedecido a medida protetiva em favor da ex-namorada, a advogada Luciana Sinzimbra, que, no fim de 2018, provou as agressões por meio de uma gravação. Conforme a sentença da juíza Liliana Bittencourt, ele tentou se aproximar 12 vezes da vítima.

A decisão de se entregar à polícia partiu da defesa de Victor Junqueira, que comunicou ao delegado Pedro Caires, titular da 3ª Delegacia Regional de Anápolis, do mandado expedido em Goiânia. O Poder Judiciário ainda não deliberou se ele será recambiado até a capital, onde ocorreu o crime. Advogado do piloto, Régis Davidson Gonçalves vai tentar reverter a prisão.

“Quero demonstrar que violência doméstica é coisa séria e dá cadeia sim”, disse Luciana Sinzimbra pelo Instagram. “Que eu sirva de exemplo para essas mulheres que passam ou passaram por isso e estão desacreditadas com a Justiça. Eu nunca quis vingança, sempre quis justiça”, ponderou a advogada.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade