PublicidadePublicidade

Grávida e com recém-nascida, adolescente de Anápolis seguia o triste caminho do namorado

Vídeo da Força Tática Municipal detalha as descobertas que a corporação fez na ação, que começou no Centro e terminou na Grande Jaiara

Da Redação -

Suspeitando de uma adolescente de 16 anos, com uma bebê de colo, que aparentava nervosismo dentro de um Volkswagen Fox azul, a Força Tática Municipal de Anápolis decidiu acompanhar o veículo no início da noite desta segunda-feira (22).

O trajeto começou na Avenida Engenheiro Portela, na Vila Nossa Sra. D’Abadia, e seguiu até a altura da Estação Central de Ônibus. Segundo a Polícia Militar (PM), o automóvel pertencia a um motorista que faz o transporte por aplicativo e deixou o local. A garota, no entanto, entrou até o Terminal Urbano.

Ela caminhou até próximo do banheiro, tirou dois pacotes envoltos em plástico preto e estava prestes a entregá-los para um desconhecido. Com a aproximação dos militares, o sujeito fugiu em meio a multidão e a menor foi abordada.

PublicidadePublicidade

A adolescente chegou a tentar esconder os envólucros dentro da bolsa da recém-nascido de onze meses que estava no colo dela. A PM, contudo, constatou que os itens se tratavam de maconha.

Questionada sobre a origem da substância, a garota informou que o pai da bebê, Vinícius Martins Medrado, 23 anos, foi preso há cerca de um mês e que ela estaria dando continuidade ao “comércio de entorpecentes”.

Grávida de cinco meses, a menor disse ainda que teria mais da mesma substância na casa onde estava morando temporariamente no Residencial Harmonia, bairro na região Norte da cidade pertencente à Grande Jaiara.

(Foto: Divulgação)

No endereço, a Força Tática confirmou a veracidade das afirmações da menor. Cerca de 25g de maconha estavam no guarda roupa da bebê, um total de vinte pedras de crack dentro de uma luvinha de bebê e meia peça de maconha, pesando quase meio quilo, foi localizada em um baú.

Além das drogas, também foram apreendidos R$ 214 em espécie e uma balança de precisão. Encaminhada à Central de Flagrantes da Polícia Civil, o Conselho Tutelar foi acionado e a adolescente responderá por ato infracional de tráfico de drogas.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade