Portal 6

Mais de 13 mil cães e gatos devem ser vacinados neste sábado (17) em Anápolis

(Foto: Reprodução)

Campanha tradicional foi adiada e imunização contra a raiva será intensificada em 13 localidades

Mesmo com a confirmação do Ministério da Saúde de que as vacinas contra raiva animal estarão disponíveis somente em novembro deste ano, adiando a campanha que geralmente acontece em setembro, o Centro de Controle de Zoonoses e Bem-Estar Animal garantirá agora a proteção de mais de 13 mil cães e gatos em sete bairros, quatro distritos e dois povoados da cidade.

A vacinação, segundo a Prefeitura de Anápolis, será neste sábado (17), das 8h às 17h. “O objetivo é intensificar a vacinação nas áreas mais descobertas no município, ou seja, na zona rural e periurbana”, informa o coordenador municipal de Vigilância, Júlio César Spíndola.

Ele explica que estes locais são regiões que possuem matas e, consequentemente, morcegos que são em muitas ocasiões o portador do vírus da raiva.

Júlio César também ressalta que são doses limitadas, mas imunizando os animais nestes locais o ciclo de transmissão da doença é minimizado.

“Felizmente o último caso de raiva animal transmitido por cães em Anápolis foi em 1999. No entanto, são ações como essa que evita o retorno da doença ao município”, pontua. Confira os locais de vacinação:

– Posto de Saúde de Interlândia
– Posto de Saúde de Souzânia
– Miranápolis – Posto de Saúde São Miguel Arcanjo
– Unidade de Saúde da Família de Joanápolis
– Unidade de Saúde da família de Bramapolis
– Posto de Saúde de Goialândia
– Posto de Saúde da Vila São Vicente
– Chácara Retiro das Caldas
– Fazenda São João das Antas – posto de saúde
– Unidade de Saúde Jardim Guanabara
– Aldeia dos Sonhos – Igreja Assembleia de Deus Madureira
– Jardim Promissão – Igreja Santa Terezinha
– Bairro da Lapa – Escola Municipal Raimundo de Oliveira

Em tempo

A raiva é uma doença viral, que pode ser transmitida entre mamíferos por meio da mordida. A doença afeta o sistema nervoso e causa danos à coordenação motora. Quando infectados, a letalidade em humanos é próxima a 100%.

O coordenador municipal de Vigilância explica que, apesar de incomum, a raiva animal é uma doença perigosa e os cuidados com cães e gatos não pode ser negligenciados. “A raiva é um doença incurável e contagiosa. A vacina é a única forma de controle da doença”, diz Júlio César Spíndola.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.