Portal 6

Amor bandido pode resultar em 15 anos de cadeia para amigas em Anápolis

(Foto: Divulgação/ DGAP)

Quarteto recebeu voz de prisão e foi levado imediatamente para a Central de Flagrantes da Polícia Civil

Quatro jovens amigas foram hospedadas na manhã desta quinta-feira (05) no Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública de Anápolis, e por lá elas podem ficar por longos anos devido ao que fizeram para satisfazer seus namorados criminosos.

Com a desculpa de que estavam preparadas para visita íntima, Vitória Aparecida da Costa, de 19 anos, Gabriela Rosa dos Santos, de 22, Stephanie Borges de Oliveira, de 23, e Rayane D’Abadia Ribeiro, de 27, chegaram faceiras à recepção do Presídio Estadual de Anápolis.

Lá, durante a revista, as agentes estranharam a formatação das calcinhas que elas estavam usando e pediram o adereço para “análise”.

Todas as peças estavam meticulosamente preenchidas com maconha e, numa delas, também havia um celular escondido.

(Foto: Divulgação/ DGAP)

Não deu outra: o quarteto recebeu voz de prisão e foi levado imediatamente para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, onde foram autuados por tráfico de drogas.

Inafiançável, o crime tem como consequência a pena de três a quinze anos de reclusão.

Segundo a Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP) de Goiás, os presos que receberiam a droga respoderão processo disciplinar.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.