PublicidadePublicidade

Reeducandos com mais de 18 anos estão destruindo alojamentos do Case

Intenção dos jovens, narrada pelos agentes, é conseguir transferência para o "cadeião" da cidade

Da Redação -

O clima foi de muita tensão no fim da noite de quinta-feira (05) e início da madrugada desta sexta (06) no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Anápolis. É que em um curto prazo de três horas, dois reeducandos de 18 anos tiveram de ser levados à Central de Flagrantes por comportamentos perigosos.

A primeira situação ocorreu por volta das 21h18, quando os funcionários de plantão ouviram um barulho estranho na cela de J.A.D. Ele não tem convívio com outras alas da unidade e estava sozinho.

No local, os agentes de segurança educacional perceberam que a parede, bancada, pia, vaso sanitário e tudo dentro da cela estava quebrado.  Foi quando J.A.D afirmou que continuaria a destruir todos os alojamentos em que fosse colocado, porque o lugar dele era “no cadeião”.

PublicidadePublicidade

Já por volta de 00h34, uma educadora social viu que os menores de um alojamento estavam agitados. Quando se aproximou, encontrou um princípio de incêndio no espaço.

De imediato, ela e outro profissionais pegaram extintores de incêndio e conseguiriam conter as chamas.

Segundo relato da educadora no Boletim de Ocorrência, W.O.S. colocou fogo nos próprios pertences para tentar alcançar a estrutura do prédio, uma vez que o local é forrado com isopor, altamente inflamável.

A maior preocupação dela no momento era que 17 menores estavam no alojamento e poderiam ter morrido junto com vários profissionais se o fogo tivesse se espalhado.

Os casos foram respectivamente registrados como Dano Qualificado e Incêndio e serão investigados pela Polícia Civil.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade