PublicidadePublicidade

Furiosa, idosa bateu no genro e fez ele ser detido pela PM em Anápolis

Confusão aconteceu em bairro nobre da cidade e mobilizou vários populares

Da Redação -

A Polícia Militar teve de se deslocar até a Praça Abadia Daher, no bairro Jundiaí, região nobre e Central de Anápolis, nesta segunda-feira (23), para atender a denúncia de um roubo contra uma idosa de 80 anos.

É que, segundo o Boletim de Ocorrência, um policial possui estabelecimento comercial nas proximidades e foi chamado por pedestres, que alegaram que uma senhora estava gritando por socorro pois tinha tido a bolsa subtraída.

O suspeito foi visto há uma certa de distância da vítima, andando depressa e com a bolsa nas mãos. Então o policial foi até ele e o imobilizou até a chegada da viatura.

Neste momento, porém, a vítima se aproximou do homem, posteriormente identificado como W. S. A., de 58 anos, e desferiu vários socos e tapas no rosto dele. Foi necessário ajuda de populares para afastar a idosa.

Encaminhados à Central de Flagrantes, a vítima mudou a versão dos fatos e disse que não foi roubada. Na verdade, o suspeito é um genro e os gritos de socorro teriam sido uma consequência da raiva que sentiu por ele ter pego a bolsa sem autorização para levar até a filha dela, que está hospitalizada.

Essa versão também foi confirmada pelo homem, que afirma ter saído na frente porque a sogra anda muito devagar e estava com pressa para entregar a bolsa à esposa.

Ele precisou ser encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para um exame de corpo de delito e, quando retornou à delegacia, soube que a sogra fugiu sem prestar depoimento sobre os fatos.

Como não havia indícios que apontassem W. S. A. como criminoso, ele foi liberado e não recebeu autuação por roubo. O caso, no entanto, será devidamente apurado pela Polícia Civil.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade