Portal 6

Pai denuncia que filho pode ter sido agredido em CMEI de Anápolis

(Foto: Reprodução / Rádio São Francisco)

Semed já se pronunciou sobre o caso, que deverá ser investigado pela DPCA

Um homem de 28 anos procurou a Central de Flagrantes nesta terça-feira (22) para denunciar que o filho de três anos pode ter sido agredido no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Dona Dalva, no Conjunto Filostro Machado, região Leste de Anápolis.

Conta no Boletim de Ocorrência que a esposa dele foi até a unidade buscar o garotinho e percebeu que estava choroso e com pressa de ir para casa.

Mais tarde, o casal ainda desconfiado do comportamento da criança, perguntou o que havia acontecido. Foi quando ela revelou que tinha apanhado da professora.

“Ele chegou chorando, tentando se esconder e pedindo colo. Com muita dificuldade contou que a ‘tia’ bateu ele. Ele estava com marcas de arranhão no braço, na nuca, nas costas e debaixo do braço”, disse o genitor em entrevista ao repórter Jonathan Cavalcante, da São Francisco FM.

De acordo com o pai, o garotinho estuda em tempo integral no Maternal 1 e tem hiperatividade. Essa não seria a primeira vez que ele tem problema com a professora, no entanto, a criança nunca havia se queixado de agressão.

O caso deverá ser investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Ao Portal 6, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que já está apurando a denúncia e uma equipe de psicólogos entrará em contato com a família para prestar apoio.

Veja a nota na íntegra

A Prefeitura de Anápolis, por meio da Secretaria Municipal de Educação, a respeito da denúncia de uma suposta agressão a uma criança no CMEI Professora Dalva Maria, informa que a denúncia está sendo apurada. Além disso, nossa equipe de psicólogos já estão na unidade e entrarão em contato com família.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.