PublicidadePublicidade

Sofrendo de Alzheimer, idoso foi amarrado e ferido por acompanhante na Santa Casa

Família ainda tentou justificar situação para funcionárias da unidade, que decidiram registrar o caso na Central de Flagrantes

Da Redação -

Uma assistente social procurou a Central de Flagrantes nesta quinta-feira (24) para denunciar que um idoso de 84 anos foi vítima de agressão.

Ela trabalha na Santa Casa de Misericórdia de Anápolis e relatou em Boletim de Ocorrência que a vítima sofre de Alzheimer e recebeu da equipe da unidade todas as medicações que necessitava antes de dormir.

Durante a madrugada, no entanto, ele acordou e pediu para ir ao banheiro. Quando estava retornando ao quarto, se recusou a deitar na cama e começou a ter um surto.

PublicidadePublicidade

Neste momento, a acompanhante do idoso, que se apresentou como sendo sobrinha dele, começou a agredi-lo com chineladas e puxões de orelha.

Uma técnica de enfermagem foi chamada por outros acompanhantes para ir até o local e encontrou o idoso amarrado na cama, com sinais de sangramento na orelha e hematomas pelo corpo.  A situação chocou a profissional, que relatou tudo à enfermeira de plantão.

Familiares dele ainda disseram à assistente social que a sobrinha já havia dito que quando a vítima tem surtos, só se acalma se receber um tratamento mais “energético”.

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa e será investigado pela Polícia Civil.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade