Portal 6

Jovem de Anápolis não supera o término, quebra a casa do ex e diz que não parou por aí

(Foto: Reprodução)

Com medo das ameaças, homem, que alega também ter sido agredido, levou o caso à delegacia

Há mais de dois meses, um casal de namorados que moravam juntos no Bairro Polocentro, na região Sudoeste de Anápolis, terminou o relacionamento de um ano e seis meses. Mas a história entre os dois ganhou um novo capítulo nesta sexta-feira (15).

É que a Polícia Militar (PM) foi chamada até a residência para acompanhar a saída da jovem de 23 anos. Com a separação, a propriedade do local ficou sendo apenas do homem, de 34 anos. Mesmo assim, ela continuava frequentando e dormindo na residência.

À PM, o homem disse que a ex-namorada havia se embriagado e sempre que está assim fica agressiva. A jovem alegou aos militares que tinha o direito de estar na residência porque ajuda com as contas e que o homem tinha uma dívida de R$ 1.200 com ela.

Negociação

Após muito conversarem, ficou acordado que a ex-namorada deixaria o local mediante ao pagamento da dívida. Na frente dos policiais, o homem quitou o valor e ela afirmou que pegaria suas coisas antes de ir embora para o Filostro Machado.

A jovem, no entanto, passou na cozinha e quebrou, jogando no chão, diversas vasilhas de vidros. Nesse momento, os militares que ainda estavam na residência avisaram que ela poderia ser presa caso continuasse com a ação de danificar os objetos do imóvel.

Com isso, ela obedeceu às ordens policiais, saiu da cozinha, juntou parte de seus pertences e, finalmente, saiu da casa do ex-namorado. A viatura da PM acompanhou toda a situação e, em seguida, também deixou o local e finalizou a ocorrência.

Retorno

Pouco tempo depois, após a saída da PM, a jovem, que portava o controle do portão, retornou à residência do ex. Conforme registrado em Boletim de Ocorrência (BO), ela teria quebrado a televisão, mesa de som, guarda-roupa, espelho e outros móveis.

Não satisfeita, segundo o homem, a ex também avisou que quebraria o carro que estava na garagem. Ele contou que para impedi-la precisou dar a chave do veículo para um amigo levar o carro embora da residência. Nesse ínterim, teria sido agredido por ela.

Na Central de Flagrantes, o homem disse ainda que a mulher prometeu voltar até a casa para acabar com uma festa da filha dele programada para este final de semana. Ela teria dito que tem amigos que mexem com coisas erradas e poderia muito bem aparecer armada. O caso será investigado pelo 2° DP.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.