Portal 6

Complexa, obra de engenharia resolve problema histórico em bairro de Anápolis

Trabalho minucioso, quase artesanal, durou 12 meses e para que se mantenha conservado ganhará o plantio de árvores ao redor e praça para a população

Entre os moradores da Vila Formosa é unânime a opinião de que a erosão foi o maior problema que o bairro, um dos mais tradicionais de Anápolis, já viveu. Ao longo de três décadas, a situação foi se deteriorando e se intensificou nos últimos anos causando transtornos no trânsito e ameaçando engolir residências.

Mas a partir de agora, com a entrega neste sábado (18) das obras de drenagem e contenção realizadas pela Prefeitura de Anápolis, a expectativa é que esse sufoco vivido pelos populares fique apenas na memória. “É um trabalho que aconteceu dentro da nossa expectativa, custou R$ 6 milhões e vai dar mais qualidade de vida e mais segurança”, sinalizou Roberto Naves (Progressistas) em coletiva de imprensa.

Segundo o prefeito, a obra possui 90 metros de extensão, com 16 degraus de queda d´água e 845 metros de dreno profundo. “Um trabalho quase que artesanal. Em todos esses anos houve aí cerca de seis intervenções que nunca se chegavam em uma solução definitiva porque sempre tentavam fazer o barramento da água”, pontuou.

De acordo com Roberto, estudos realizados pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos identificaram que não adiantaria fazer barramento na erosão porque ela estava sobre um terreno, que além de úmido e arenoso, também conta com a incidência de minas — o que provoca, lá em baixo, instabilidade do solo.

(Foto: Reprodução)

“Então, nessa área, construímos vasos profundos e drenos para que a água do lençol freático também possa correr naturalmente. Já na parte de cima nós fizemos como se fosse uma escadaria por onde a água da chuva conseguirá descer e, com os obstáculos, possa estar perdendo a velocidade e diminuir os impactos de erosão”, explicou.

Por ter esse perfil diferente, o prefeito lembrou que as obras no local suportaram todos os temporais registrados em Anápolis nesse período de doze meses porque a capacidade de absorção de água da chuva aumentou em oito vezes. Roberto frisou ainda que as ruas próximas à degradação ambiental ganharam novas pavimentações, calçadas, meio-fios e bocas de lobo.

Para conservar o trabalho de drenagem e contenção, medidas ambientais, como o plantio de árvores, serão tomadas juntamente com a construção de uma praça. “Não tínhamos como fazê-la ao mesmo tempo por conta das máquinas pesadas que aqui estavam, mas a sinalização já começou a ser feita e esperamos em breve entregá-la arborizada para a população”, finalizou dando início à ordem de serviço.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.