Portal 6

Sindicato dos Professores promove manifestação em frente à Prefeitura

(Foto: Divulgação)

Apelidado de “Dia D da Educação”, ato serve para pressionar reposição salarial de 17,55% para a categoria

Convocada pelo Sindicato dos Professores da Rede Municipal de Ensino de Anápolis (Sinpma), a paralisação geral dos servidores da educação, apelidada de “Dia D da Educação”, realmente aconteceu.

Às 08h desta terça-feira (18), centenas de profissionais de escolas e creches se aglomeraram em frente ao Centro Administrativo da Prefeitura de Anápolis para reivindicar uma reposição salarial na ordem de 17,55%.

A Polícia Militar ainda não divulgou a estimativa de público presente no local.

A presidente do Sinpma, Márcia Abdala, do alto de um trio elétrico, leu o nome de cada uma das 103 unidades escolares e pediu que os representados se manifestassem.

Na maior parte desses locais as aulas de hoje foram suspensas e os alunos liberados.

Cabo de guerra

O argumento da categoria é de que a correção nos vencimentos dos professores está defasada e deve sempre ocorrer em conformidade com o percentual de reajuste do piso salarial do magistrado, feito anualmente pelo Ministério da Educação (MEC).

O sindicato também se queixa de que o prefeito Roberto Naves (PP) não recebe seus representantes para negociação.

Na administração municipal, embora se reconheça que algum aumento realmente é necessário, o discurso tem sido o de que nenhum docente da rede ganha menos que o estipulado em lei e que a média salarial da categoria supera o da maioria das cidades brasileiras.

Quer comentar?

Comentários






Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.