Portal 6

Homem encontrou corpo em saco de ração antes do sexo e fugiu para chamar a polícia

GIH de Anápolis já sabe que a vítima tinha 45 anos e estava desaparecido desde o último sábado (04)

Partiu de um homem de 36 anos a denúncia que levou à prisão uma senhora de 59 anos, moradora do bairro Santo Antônio, na região Leste de Anápolis, pelo crime de ocultação de cadáver.

O Portal 6 apurou que eles haviam combinado um encontro amoroso na casa dela, na noite desta terça-feira (07). Ao entrarem no quarto, a mulher avisou que precisava tomar banho antes do ato e o rapaz se deitou numa cama box que estava no cômodo.

Foi quando ele sentiu o mau cheiro e “algo duro” embaixo no colchão. Ao verificar o que poderia ser, percebeu que havia o corpo de uma pessoa dentro de um saco de ração para cachorros e decidiu fugir do local.

Atônito, o homem ligou para a Polícia Militar, contou o que viu e passou o endereço para a guarnição.

Às 21h30, várias viaturas já estavam no local e a entrada dos policiais foi autorizada pela mulher.

Foi verificado pelos militares que o corpo estava carbonizado e ela apresentou uma versão bastante estranha: alegou que a vítima era um namorado que teria morrido subitamente na casa e preferiu queimá-lo ‘para não chamar atenção’.

A Polícia Científica foi acionada no local para os trabalhos de perícia e o Instituto Médico Legal (IML) recolheu o corpo.

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), que está atuando sobre o caso, já sabe que a vítima tinha 45 anos e estava desaparecido desde o último sábado (04).

Quer comentar?

Comentários