PublicidadePublicidade

“Nossa mensagem foi de conscientização”, diz idealizador da performance do caixão em Anápolis

Allan Douglas, locutor de loja, explica o que motivou o ato e nega que teve a intenção de debochar do avanço do novo coronavírus

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -

Ao som da música Astronomia, do artista russo Tony Igy, cinco homens reproduziram a performance do meme do caixão no final da tarde desta terça-feira (05), em Anápolis.

O ato, que foi da Rua Engenheiro Portela até a Rua 15 de dezembro, durou poucos minutos, mas foi o suficiente para parar o trânsito e viralizar nas redes sociais.

Idealizador da ação, Allan Douglas, de 27 anos, conversou com a reportagem do Portal 6 e explicou o que motivou a performance no Centro da cidade.

PublicidadePublicidade

“Queríamos chamar atenção quanto aos trabalhadores que dependem do comércio”, disse sentindo-se satisfeito com a repercussão.

Allan Douglas é locutor de loja e, assim como outras profissões, necessita que os estabelecimentos fiquem abertos para conseguir trabalhar.

“Nossa mensagem foi de conscientização”, afirmou, defendendo-se das críticas de que estaria debochando do avanço do novo coronavírus em Anápolis.

O locutor também esclareceu que a ação não foi uma jogada de marketing de nenhuma empresa e que o caixão utilizado foi emprestado por uma funerária.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade