PublicidadePublicidade

Garotinho pode ter sido estuprado antes de morrer afogado na lama em Goiânia, aponta IML

Corpo do pequeno foi encontrado a cerca de 100 metros da residência em que ele vivia

Da Redação Da Redação -

Por meio de impressões digitais, o Instituto Médico Legal (IML) confirmou no final da manhã desta terça-feira (28) que o corpo encontrado pelo Corpo de Bombeiros na segunda (27), no Parque Santa Rita, em Goiânia, é realmente do pequeno Danilo de Sousa Silva, de sete anos.

Gerente do IML da capital, o médico legista Mário Eduardo Cruz contou em entrevista ao G1 que a criança morreu afogada na lama, depois que alguém segurou a cabeça dele.

Segundo o profissional, também foram localizadas no corpo do garotinho lesões no pescoço e na orelha, que podem ter sido provocadas após o óbito.

PublicidadePublicidade

Chama atenção, no entanto, é que exames encontraram uma lesão que pode indicar que Danilo tenha sido estuprado antes de morrer.

De acordo com a Polícia Civil de Goiás, a investigação será encerrada e as cópias dos autos encaminhadas à Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH).

Responsável pelo caso, a delegada Ana Elisa Gomes participará de uma entrevista coletiva durante à tarde para dar outros detalhes sobre o trabalho da corporação para encontrar a criança.

Em tempo

Danilo estava desaparecido desde 21 de junho. O garotinho brincava na porta de casa quando entrou e disse à mãe que iria para a casa da avó, que mora uma rua acima. Só que depois disso não havia sido mais visto.

A família disse à imprensa da capital que o pequeno tinha costume de andar pela região, mas nunca tinha ido muito longe ou ficado muito tempo desaparecido.

O corpo do pequeno foi encontrado a cerca de 100 metros da residência em que ele vivia.

https://portal6.com.br/2020/07/27/encontrado-perto-de-casa-corpo-de-garotinho-de-goiania-estava-em-decomposicao/?fbclid=IwAR2MSsuck9PhYYYy2jJCsT6Pg07CCO3COp-WIaK2l6aptFlfvambqPqjbm4

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade