PublicidadePublicidade

Vigilância Sanitária fará atualização nos protocolos da matriz de risco; saiba o que mudará

Válidas para o "grau leve", as medidas atendem à estratégia para conter a proliferação do novo coronavírus no município

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -

Se engana quem pensa que o retorno ao grau leve da matriz de risco, implementado desde a noite de quinta-feira (06) em Anápolis, deixa a cidade “totalmente aberta”.

A nota técnica produzida pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) reconsiderou apenas o percentual que regula as atividades econômicas e produtivas, mas não extinguiu os protocolos criados para conter a proliferação do novo coronavirus.

Quem descumpre está sujeito à advertências e punições, como multa na matrícula do imóvel para quem promove festinhas clandestinas ou permite aglomerações.

PublicidadePublicidade

Nos próximos dias, a Vigilância Sanitária atualizará as regras válidas para o eixo aglomerações. O Portal 6, no entanto, apurou o que muda, mas que já está valendo.

Vale lembrar que a partir de agora a cidade só irá para o grau moderado quando a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria e UTI exclusivos para Covid-19 atingir 70%. O chamado “lockdown” será aplicado quando esse percentual chegar a 90%.

>> Alimentação

Hipermercados, supermercados, atacadistas, açougues, mini mercados, e similares devem limitar a entrada a uma pessoa por família. Restaurantes, bares, lanchonetes, padarias, pamonharias, pizzarias podem funcionar todos os dias da semana até às 00h, mas com 1/3 da capacidade seguindo o protocolo geral e específico.

O Mercado do Produtor também deve seguir o protocolo geral e horário estendido, de segunda a sexta, até as 18h; sábados até as 12h. No Pedra I e II 2, a entrada do público e funcionamento deve ser de somente até 50 clientes simultâneos. Nos box só pode haver dois clientes por vez.

Já as feiras espalhadas pela cidade também estão liberadas com protocolos específicos de higiene.

>> Aglomerações

Anashopping e Brasil Park Shopping podem abrir as lojas de segunda a sábado, das 12h às 20h. Aos domingos, das 14h às 20h. Já as praças de alimentação estão liberadas para funcionar, das 12h às 20h. A capacidade máxima de pessoas permitidas nos estabelecimentos agora é de 750 pessoas.

Os lojistas dos demais shoppings, galerias, camelódromos e similares poderão abrir as portas em dias e horários comerciais.

Os cultos religiosos e filosóficos seguem liberados valendo-se do protocolo geral e específicos de distanciamento social.

>> Entretenimento

Praças e parque públicos ficam abertos, mas somente o deslocamento de pessoas, sendo expressamente proibido o uso de áreas de lazer.

>> Higiene

Comércio, atacado e varejo de produtos para higiene pessoal, cosméticos e perfumarias está liberado seguindo o protocolo geral e regras de distanciamento social. A prestação de serviço por lavanderias e similares também.

>> Agropecuários

Lojas agropecuárias e pet shops, bem como consultórios e clínicas veterinárias podem funcionar normalmente obedecendo o protocolo geral e medidas de distanciamento social.

>> Não essenciais

Salões, barbearias e outras atividades de beleza podem continuar abertos seguindo o protocolo geral e medidas de distanciamento social. A mesma regra vale para escritórios de prestadores de serviços autônomos, imobiliárias e afins.

Academias e estúdios devem observar a quantidade de clientes, sendo um a cada 20 m², limitado a no máximo 60 alunos por vez, obedecendo os demais critérios específicos.

Quadras e centros esportivos também devem limitar a quantidade de alunos/clientes que entram no estabelecimento a um um cliente por a cada 20 m² e seguir critérios específicos.

Hotéis, motéis, pensões e albergues continuam liberados, devendo controlar a entrada de hóspedes por estabelecimento, definindo no máximo a permanência de dois por acomodação, desde que comprovado o vínculo familiar/domiciliar entre os mesmos.

>> Saúde

Serviços ambulatoriais eletivos e serviços médico-cirúrgicos eletivos ficam liberados, mas com protocolos específicos como até 15% de ocupação do total de leitos disponíveis + vedação de procedimentos de cunho exclusivamente estéticos.

>> Essenciais

Cemitérios, funerárias, indústrias/comércio de energia, gás, combustível, alimentação, farmacêutica, higiene e saúde continuam abertos. Do mesmo modo, serviços de segurança, água e esgoto, coleta e tratamento de lixo.

Bancos, lotéricas, correios, empresas de comunicação e serviços de assistência social também seguem com as portas abertas. Ainda entram na lista, os serviços de controle de pragas e extração mineral e vegetal e demais essenciais.

>> Transporte

Serviço de transporte e entrega de cargas e de transporte coletivo e privado de passageiros, incluindo os aplicativos, podem funcionar normalmente e, além do protocolo geral, devem seguir protocolos específicos como  não exceder à capacidade de passageiros sentados por veículo a cada viagem.

>> Construção Civil

Todos os tipos de obras podem continuar. O comércio, atacado e varejo de material de construção, ferragista, madeireira e locação de equipamentos também. É necessário, contudo, seguir o protocolo geral.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade