PublicidadePublicidade

Dentista oferece tratamento completo para quem sofre de Disfunção Temporomandibular em Anápolis

Problema, que pode causar danos graves, é provocado por estresse e ansiedade e nem sempre apresenta sintomas

Avatar Publieditorial -


O sorriso é o cartão postal do corpo humano, pois é através dele que se demonstra a alegria e satisfação. Por isso, muitos buscam os melhores tratamentos para deixá-los os mais saudáveis possível.

Há, no entanto, alguns problemas que podem surgir sem que se perceba e que são causados por estresse, ansiedade, ou hábitos inapropriados, como mascar chiclete e roer as unhas. O maior deles é a Disfunção Temporomandibular.

“A Disfunção Temporomandibular (DTM) é o mal funcionamento da Articulação Temporomandibular (ATM), que é responsável pelos movimentos da mandíbula, como mastigar, falar, deglutir, bocejar. Quando há um problema nessa articulação, via de regra, é porque esta sendo mal utilizada”, explicou o dentista Paulo Barreto, especialista em Disfunção Temporomandibular.

PublicidadePublicidade

“Existem vários tipos de DTM. Os principais sinais são dores de cabeça; cansaço muscular; dor na mandíbula ou na face ao acordar; dores na face, dor ao abrir a boca, mastigar, bocejar ou falar; estalos na articulação ao abrir a boca e mastigar; zumbidos no ouvido; limitação da abertura bucal; descolamento mandibular e, em casos mais raros, vertigens e tonturas”, acrescentou.

De acordo com o especialista, é necessário buscar ajuda assim que surgem os primeiros sintomas. No entanto, mais ideal ainda é passar por consultas de rotinas, uma vez que nem todos os portadores de DTM apresentam sintomas, o que pode causar danos graves e irreversíveis.

Após o diagnóstico correto é que será definido se o tratamento ideal deverá ser feito com uso de medicamentos, intervenções cirúrgicas ou utilizando placas interoclusais (que ajudam na estabilização do quadro).

“Em alguns casos, dependendo do fator que levou o surgimento da DTM, o tratamento pode se mostrar definitivo. Já em outros casos é necessário que o paciente faça um acompanhamento de rotina com o especialista”, explicou Paulo.

Em tempo

O profissional atende atualmente no Instituto do Sorriso, que fica na Rua Evangelino Meireles, nº 45, no bairro Jundiaí, em frente a entrada de urgência da Santa Casa.

Os atendimentos são de segunda a sexta-feira, das 08h às 19h, e as consultas devem ser agendadas pelo telefone (62) 9 9189-2854, que também é WhatsApp.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade