PublicidadePublicidade

Com comorbidades e cercado por contaminados, idoso de Anápolis morre com Covid-19 em casa

Vítima tinha 76 anos e Semusa alegou 'sigilo do paciente' para não dizer porque ele não chegou a ser hospitalizado

Caio Henrique Caio Henrique -

O boletim informativo de quinta-feira (20) divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) veio acompanhado de uma informação preocupante.

Como de praxe, o Portal 6 sempre pergunta em quais unidades ocorreram os óbitos das vítimas de Covid-19 na cidade, e recebeu como resposta que uma delas havia falecido em casa.

Se trata de um idoso de 76 anos, que morreu no dia 16 de agosto, mas que o teste positivo para a doença foi conhecido somente agora.

PublicidadePublicidade

O fato do homem ter falecido em uma residência, e não em uma unidade hospitalar, chamou a atenção da reportagem, que pediu novos esclarecimentos à Semusa.

Como retorno, a pasta informou apenas que a vítima era portador de comorbidades, estava em contato com outras pessoas que testaram positivo para Covid-19 e que estava sendo acompanhado por familiares.

O Portal 6 reforçou perguntas sobre o histórico de tratamento do idoso e a razão para ele estar recebendo acompanhamento por domicílio sem a presença de profissionais, mas não conseguiu resposta.

A Semusa, por fim, alegou que a Vigilância Epidemiológica (responsável por manter controle dos dados da pandemia) não poderia fornecer mais informações “devido à norma de sigilo do paciente”.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade