PublicidadePublicidade

‘Sem dúvida alguma vai ser o maior feito recente na história’ de Anápolis, aposta Caiado

Governador esteve no Centro de Convenções de Anápolis acompanhado de representantes do Governo Federal e diz que projeto já tem R$ 20 milhões prontos

Avatar Danilo Boaventura -

Antes de receber a imprensa no Centro de Convenções de Anápolis, às 10h desta sexta-feira (21), o governador Ronaldo Caiado (DEM) sobrevoou a área de helicóptero na companhia de representantes do Governo Federal.

Ao aterrizarem no local, o mandatário percorreu a pé diversos espaços para mostrar que o local tem condições de abrigar um Centro de Excelência de Tecnologia Ferroviária.

Pauta do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, o projeto tem como ambição ser o maior de toda a América Latina e ser tocado pelo Instituto Militar de Engenharia (IME) em parceria com a Universidade Estadual de Goiás (UEG).

PublicidadePublicidade

Caiado deu a entender que essa foi uma forma encontrada para dar utilidade viável e sustentável ao Centro de Convenções de Anápolis, inaugurado semi-pronto por Marconi Perillo (PSDB) antes de deixar o Governo de Goiás, em abril de 2018.

Segundo o demista, há uma verba anual de R$ 20 milhões pronta para ser usada pelo Governo Federal no projeto. Além do dinheiro público, a instalação desse centro de tecnologia atrairia investimento privado, mão de obra qualificada e pesquisadores.

“Uma área que foi construída, mas nunca utilizada. Vamos transformar [o Centro de Convenções] no maior centro de excelência na área de tecnologia ferroviária da América Latina. É algo que vai expandir ainda mais o prestígio e a importância de Anápolis”, garante Caiado, que apostou ainda que esse “sem dúvida alguma vai ser o maior feito [recente] na história”.

Depois que falou com jornalistas, o governador precisou ir ao banheiro e ao sair se despediu da comitiva (que não contou com políticos locais, pois não foram convidados) para cumprir outra agenda em Itaberaí, no Oeste do estado.

Lá, ele deve inaugurar a sede do Grupo de Repressão a Narcóticos e do Grupo de Investigação de Homicídios na cidade.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade