PublicidadePublicidade

Diagnostico de Covid-19 agrava situação de médica picada por jararaca

Ela precisou ser transferida de avião para o Hospital Albert Einstein e a família iniciou campanha na internet

Da Redação Da Redação -

A médica Dieynne Saugo, de 33 anos, teve a situação agravada após teste positivo para Covid-19. Picada por uma cobra jararaca no domingo (31), ela agora está internada no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo (SP).

O transporte áereo ocorreu há dois dias porque no hospital onde a médica estava, em Cuiabá (MT), não havia leitos especializados para o tratamento que Dieynne necessita.

As picadas da cobra atingiram o rosto dela durante banho de cachoeira com amigos em Nobres (MT).

PublicidadePublicidade

A médica chegou a ser submetida a uma cirurgia de traqueostomia na terça (1º), após apresentar dificuldades para respirar por conta do inchaço provocado pela ação da jararaca.

As vias aéreas dela ficaram 70% comprometidas, segundo informe da família que realiza uma vaquinha online para ajudar nas despesas com o tratamento.

Até agora já foram arrecadados com a campanha mais de R$ 100 mil, a partir de mais de 800 doações feitas por internautas de todo o país.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade