PublicidadePublicidade

Prefeitura de Anápolis preferiu alugar prédio de igreja a usar verba própria para reformar postinho de saúde

Associação de Moradores do bairro chegou a se oferecer para abrigar provisoriamente os serviços médicos enquanto a obra não fosse retomada e concluída, mas a sugestão foi ignorada pela Semusa

Avatar Danilo Boaventura -

Localizado na região Norte de Anápolis, o Jardim Alexandrina tão cedo deve ver o posto de saúde do bairro reformado.

Desde 2017 a obra de reforma e ampliação, tão aguardada pelos moradores, foi abandonada pela Prefeitura com apenas 40% de execução.

Sem nenhum tipo de vigilância humana, o prédio acabou virando mocó e está em acelerado processo de deterioração, como verificou a reportagem do Portal 6 após visitar o local.

PublicidadePublicidade

Em 05 de agosto desde ano, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) assinou contrato com a Instituição Filantrópica Evangélica, vinculada à Igreja Assembleia de Deus Ministério de Anápolis, a fim de alugar parte do prédio da congregação do bairro para abrigar a unidade de saúde.

O processo licitatório, regra quando o assunto é dinheiro público, foi dispensado e a entidade embolsou cerca de R$ 148 mil com o acordo que deve ser pago em 12 vezes.

Chama a atenção o fato de que o valor é apenas um pouco inferior aos R$ 165 mil orçado pela pasta, em 2016, para restaurar e ampliar o posto.

O Portal 6 apurou que a Associação de Moradores do bairro Alexandria, localizada a menos de 50m da unidade de saúde, chegou a se oferecer para abrigar provisoriamente os serviços médicos enquanto a obra não fosse retomada e concluída, mas a sugestão foi ignorada pela Semusa.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade