PublicidadePublicidade

Em Anápolis, moradores se unem e ‘dão jeito’ em homem que arrastou a ex para morrer no mato

Polícia Militar precisou ser acionada e vítima denunciou tudo aconteceu, inclusive episódio de homofobia

Da Redação Da Redação -

Moradores do Residencial São Cristóvão, bairro da região Leste de Anápolis, tiveram de chamar a Polícia Militar no final da noite desta quinta-feira (10) após flagrarem um homem arrastando uma mulher para um matagal.

Quando a equipe chegou ao local, já encontrou o suspeito, de 31 anos, detido e cercado por populares, com várias escoriações no rosto e pelo corpo.

Ele contou que estava apenas discutindo com a ex-companheira, quando os moradores das proximidades interviram e começaram a bater nele.

PublicidadePublicidade

A mulher, que tem 27 anos, relatou que estava chegando em casa quando encontrou o homem na porta. De imediato, ele teria começado a fazer ofensas homofóbicas contra amigos dela e dito que ela “já era uma finada”.

A vítima tem uma medida protetiva contra o suspeito e afirma ter sido agredida com safanões, puxões de cabelo e beliscos.

Já com passagens, o homem foi levado à Central de Flagrantes e durante todo o caminho prometeu na presença dos policiais que mataria a ex.

Ele foi autuado por lesão corporal dolosa, ameaça e descumprimento de medida protetiva e está à disposição do Poder Judiciário.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade