PublicidadePublicidade

Crianças que moram na zona rural de Anápolis estão traumatizadas após verem morte de cachorro

Caso já foi registrado na Polícia Civil e homem pode ser indiciado por maus-tratos contra animais

Da Redação Da Redação -

Uma moradora, de 31 anos, de Goialândia, distrito de Anápolis, precisou se dirigir até a Central de Flagrantes da Polícia Civil, na manhã desta segunda-feira (05), para registrar uma ocorrência absurda.

É que um dos residentes da fazenda onde ela mora, um homem de 35 anos, passou com a caminhonete em altíssima velocidade na rua que dá acesso à propriedade, atropelou um cachorro e por pouco também não atingiu duas crianças.

Segundo a mulher, ela sempre sai para fazer caminhada nos fins de tarde, juntamente das duas irmãs e também das duas crianças, de três e sete anos de idade.

PublicidadePublicidade

Ela também relatou que o homem é conhecido pela forma imprudente com que dirige a caminhonete, tanto que sempre tira as crianças do caminho quando o vê chegando.

Porém, a precaução não foi suficiente para salvar a vida do cão, que também era presença confirmada nas caminhadas diárias.

No relato, a vítima informou ainda que o motorista veio do sentido contrário ao que estavam caminhando e que só houve tempo de retirar as crianças do caminho.

Contou também que ele sequer parou para prestar atendimento ou saber o que aconteceu com o animal, que infelizmente morreu no local, ainda na presença dos dois menores de idade.

O caso foi registrado na Delegacia-Geral como maus-tratos a animais.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade