PublicidadePublicidade

Com frasco de vacina, Caiado traz expectativa para imunização contra o novo coronavírus

Processo de vacinação ganhou previsão de início e terá custo zero para os cofres do estado

Caio Henrique Caio Henrique -

O governador Ronaldo Caiado (DEM) esteve reunido, na tarde desta terça-feira (20), com o ministro da Saúde, Eduardo Panzuello, para confirmar como será realizado o processo de vacinação contra o novo coronavírus no Brasil.

Em coletiva de imprensa, concedida após a discussão, Caiado sustentou que o plano de vacinação do Ministério da Saúde será pensado em âmbito nacional, e não estadual ou municipal.

A expectativa é de que, até o final do primeiro semestre de 2021, um total de 186 milhões de doses sejam adquiridas pelo país.

Um levantamento será feito para averiguar a necessidade e o montante a ser distribuído para cada estado, a depender do número de pacientes inseridos no grupo de risco de cada localidade.

Todas as vacinas serão custeadas pelo Ministério da Saúde.

https://www.instagram.com/p/CGk_VOant4k/

Como será a vacinação?

A prioridade será dada aos profissionais da saúde, que atuam na primeira linha de combate à Covid-19, e também às pessoas que compõe o grupo de risco da doença.

Estas devem receber o tratamento preventivo assim que o acervo de vacinas estiver disponível, possivelmente em janeiro de 2021.

No anúncio, o governador não estimou quando o restante da população deve ter acesso às doses.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade