PublicidadePublicidade

Senador flagrado com cédulas na cueca se defende e diz que dinheiro era ‘limpo’

Apesar das justificativas, parlamentar protocolou o pedido oficial de afastamento do cargo nesta terça-feira (20)

Caio Henrique Caio Henrique -

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) alcançou repercussão nacional após ser flagrado com mais de R$ 30 mil escondidos na cueca.

Nesta terça-feira (20), a defesa do parlamentar veio a público para informar que o dinheiro era totalmente lícito e que seria usado para pagar os funcionários.

Segundo o próprio senador, o dinheiro foi escondido em um “ato de impulso”, para proteger o pagamento das pessoas que trabalham com ele.

PublicidadePublicidade

Chico já havia deixado o posto de vice-líder do governo Bolsonaro após a polêmica. Agora, ele protocolou o pedido oficial de afastamento do cargo de senador por 90 dias, também nesta terça-feira (20).

Em tempo

O episódio aconteceu na última quarta-feira (14), quando uma operação da Polícia Federal contra os desvios de recursos ao combate da Covid-19 cumpriu um mandado de busca e apreensão contra o parlamentar.

Junto dele, foram encontrados um total de R$ 33,1 mil em maços de dinheiro, escondidos na cueca e entre as nádegas do político.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade