PublicidadePublicidade

Vereador eleito, Reamilton Espíndola vai lutar pela implantação de uma clínica-escola para autistas em Anápolis

"Não sou político, entrei por necessidade de ações. Minha profissão é barbeiro", afirmou o futuro parlamentar, que é pai de adolescente com o transtorno e se elegeu fazendo campanha em bicicleta

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -

Na Câmara Municipal, a luta do vereador eleito Reamilton Espíndola (Republicanos) será pela implementação de uma clínica-escola para autistas em Anápolis.

“As políticas públicas precisam avançar para que todos os portadores do Transtorno do Espectro do Autista (TEA) consigam atendimento, independentemente da condição financeira”, afirmou em entrevista ao Portal 6 nesta segunda-feira (23).

Reamilton, que também é pastor, foi um dos fundadores e presidiu de 2012 até meados deste ano a Associação de Autismo de Anápolis. Deixou a posição para disputar uma cadeira no Poder Legislativo e saiu vitorioso com 1.363 votos.

O trabalho voluntário na Organização Não Governamental (ONG) começou devido à experiência pessoal com um filho portador de TEA, que hoje tem 15 anos. “Eu percebi que as pessoas precisavam ser conscientizadas”, disse.

Dentre os resultados obtidos, estão a conquista da Carteira de Identificação do Autista, que dá prioridade de atendimento em serviços públicos, a realização do Cinema Azul e do Pedaladas contra o Preconceito.

O futuro parlamentar nunca havia disputado uma eleição antes. “Não sou político, entrei por necessidade de ações. Minha profissão é barbeiro e sigo trabalhando no salão, pedi voto em cima da minha bicicleta”, revelou.

Portal 6 entrevistará todos os novos vereadores eleitos. Assista a íntegra do bate-papo com Reamilton Espíndola:

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade