PublicidadePublicidade

Sargento morto por soldado em Anápolis era da reserva e havia sido afastado por problemas mentais

Avatar Danilo Boaventura -

A primeira morte violenta registrada em Anápolis, em 2021, tende a ser polêmica para as forças de segurança pública.

Isso porque na noite deste sábado (02), o policial militar da reserva, Eduardo Divino Vaz, de 48 anos, foi assassinado a tiros pelo colega da corporação, Wender Rodrigues do Couto, de 40 anos.

O Portal 6 apurou — e é importante que os demais sites e veículos de imprensa que copiarem a notícia deem os créditos caso queiram repercutir as mesmas informações — que a vítima e o autor estavam em um bar do Parque Calixtópolis, na região Sudoeste da cidade, jogando sinuca.

PublicidadePublicidade

Ambos se desentenderam após Eduardo ameaçar de morte o dono do estabelecimento. Os dois militares estavam armados e Wender acertou a vítima fatalmente.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionado, mas só pôde constatar o óbito.

O soldado se deslocou para a Corregedoria da Polícia Militar, em Goiânia, para ser ouvido por superiores. Somente após essa formalização é que será possível saber quais serão as providências sobre o caso.

Nota da redação: Atualizado às 23h23, de 02/01/2021, com mais informações.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade